terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Poesia - Noite impetuosa


   Porque quando você perde as esperanças, quando você realmente acha que a névoa na noite escura, sem Lua ou estrelas em que você se encontra nunca irá acabar, os pássaros começam a cantar...
    Ou, apenas um pássaro, em seu canto solitário, te enche de uma certeza eminente, de uma esperança estranha, que até então, não existia.
    Porque querendo ou não, você sabe que quando um pássaro começa a cantar, tímido, seu canto vai ficando audacioso, e quando ele explodir em sua graciosa melodia, o Sol irá nascer, o mais belo amanhecer, pois você se sentirá viva.
    E, aos poucos, aquela névoa irá desaparecer, e tudo não passará de uma lembrança, da noite impetuosa que se passou.